NORMALIDADE: CALEIDOSCÓPIO E BABEL Prof. Dr. Luiz Ferri de Barros, ESMESC, Aula Magna

NORMALIDADE: CALEIDOSCÓPIO E BABEL

Prof. Dr. Luiz Ferri de Barros

 

ESMESC – Escola Superior de Magistratura do Estado de Santa Catarina.

Aula Magna – 2014

 

 

Bibliografia:

  1. ARENDT, Hannah. Eichmann em Jerusalém – Um relato sobre a banalidade do mal. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

 

  1. 2.       BARROS, Luiz Ferri de. ­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­A face oculta da loucura.

                                        Artigo publicado no Jornal da Tarde/Estado de São Paulo

                     Texto à disposição na Secretaria da ESMESC.

 

  1. _________.Reinstitucionalização dos portadores de doenças mentais nos Estados Unidos da América. Relatório de Estudos NUFOR – Núcleo de Psiquiatria Forense e Psicologia Jurídica do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo. Setembro de 2002.

Texto à disposição na Secretaria da ESMESC.

 

  1. _________. Hannah Arendt e a banalidade do mal.

http://www.caasp.org.br/RevistaDigital/ed08/revista_caasp_8.html#/44/

  1. ­­­­­­­­­­_________. O sensacionalismo da imprensa na cobertura dos crimes psicopatológicos e suas consequências. http://www2.cjf.jus.br/ojs2/index.php/%20revcej/article/viewFile/518/699
  1. ­­­­­­­­­­­­­­­­­­­_________.Quando cumprir a lei é crime – Resenha sobre o filme Julgamento em Nuremberg, de Stanley Kramer. http://www.caasp.org.br/RevistaDigital/ed08/revista_caasp_8.html#/49/

 

  1. CANGUILHEM, Georges. O normal e o patológico. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.

 

  1. DURKHEIM, Émile. As regras do método sociológico. São Paulo: Martin Claret, 2011.

 

  1. ________ . O Suicídio. São Paulo: Edipro, 2014.

 

  1. FERNANDES, Heloísa Rodrigues. Um século à espera de regras. Tempo Social; Rev. Sociol. USP, S. Paulo, 8(1): 71-83, maio de 1996.

 

  1. GATTAZ, Wagner Farid. Violência e doença mental – Fato ou Ficção? Editorial – Rev. Psiq. Clin 25(4), p 145-147, 1998       http://hcnet.usp.br/ipq/revista/vol25/n4/edit254a.htm

 

  1. GENTIL FILHO, Valentim. Entrevista Programa Roda Viva (TV Cultura-SP) 04/nov/2013.

 

  1. GIACOIA JR., Oswaldo. Mal radical e mal banal. O que nos faz pensar nº29, p. 137-178, 2011.

 

  1. GREGORY, R.L. The inteligent eye. New York, Saint Louis, San Francisco: McGraw-Hill Book Company, 1971/1974.

 

  1. GRODDECK, Georg. O livro d´Isso. São Paulo: Editora Perspectiva S.A., 1984.

 

  1. LALAND, André. Vocabulaire Technique et Critique de La Philosophie. Paris: Presses Universitaires de France, 1980.

 

  1. LAUAND, Jean Luiz. Um aspecto “árabe” no pensamento de Pieper: http://www.hottopos.com/collat7/jpp.htm

 

  1. NALINI, José Renato. Justiça – Reflexões sobre o justo e o injusto humano. São Paulo: Editora Canção Nova, 2008.

 

  1. ROSA, Alexandre Morais da. Jurisdição do real x controle penal: Direito & Psicanálise, via literatura. Petrópolis: Delibera/KindleBookBR, 2011.

 

  1. Webster´s New College Dictionary. A Merriam Webster. G. & C. Springfield: Massachusetts, U.S.A., 1977.

 

 

 

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: